Ciatalgia


A Ciatalgia não é uma doença, e sim um sintoma doloroso em áreas inervadas pelo nervo ciático. O nervo ciático é o maior nervo do corpo humano, ele inicia entre a quarta e quinta vértebra lombar, inerva toda região posterior do quadril, região glútea, região posterior da coxa, joelho, perna até chegar ao pé.

A dor no trajeto do nervo ciático ocorre devido inflamação, irritação ou compressão de uma das raízes nervosas que o formam. Essa compressão pode ocorrer no nível da coluna vertebral ou ao longo do trajeto do nervo. Em alguns casos a dor é tão intensa, que a pessoa mal consegue andar ou se sustentar na posição de pé.

Principais causas:

• Hérnia de disco: o deslocamento do núcleo do disco comprime a raiz nervosa a nível da coluna lombar.

• Estenose da coluna lombar: é o estreitamento do orifício por onde o nervo passa.

• Espasmo do músculo piriforme: tensão muscular que comprime o nervo a nível da região glútea.

• Traumas: pancadas que podem lesionar o nervo.

O diagnóstico:

O diagnóstico da dor ciática é realizado através de exame clínico, porém, como foi dito acima, a ciatalgia é um sintoma e não uma doença. Diante disso, a realização de exames complementares (Rx, tomografia computadorizada, ressonância magnética) contribuem para fechar um diagnóstico preciso e adotar as melhores condutas de tratamento.

O tratamento:

O tratamento adequado, é aquele que visa corrigir a biomecânica da coluna vertebral, eliminando as sobrecargas e descomprimindo o nervo. Atualmente, as técnicas que se destacam no tratamento da dor ciática são: Osteopatia, Mckenzie e Mesa de Flexo Distração. Cada uma delas é aplicada mediante avaliação específica. É importante salientar, que a dor é uma sensação protetora do nosso corpo, indicando que algo não está bem. Quando essa dor está relacionada com a coluna, é preciso tratar a Estrutura Vertebral, pois uma simples dor pode evoluir para um problema mais grave, intensificando ainda mais os sintomas.

Por Danilo Soares